o-que-sao-doencas-inflamatorias

Doenças inflamatórias e aumento de peso

A inflamação é a resposta natural do sistema imunológico a lesões e doenças. Porém, nosso estilo de vida, falta de cuidados com o corpo, a obesidade, entre outros, podem se transformar em doenças inflamatórias.

Existem dois tipos de inflamação, aguda e crônica. Você pode considerar a inflamação aguda como sendo do tipo “bom” porque nos ajuda a curar, enquanto a inflamação crônica é do tipo “ruim” por causa de sua associação com doenças crônicas.

A pesquisa mostra que a inflamação crônica, ou doenças inflamatórias, desempenha um papel em várias condições de saúde, incluindo artrite, doenças cardíacas, diabetes tipo 2, câncer, doença de Alzheimer e obesidade.

Para ampliar a discussão sobre esse tema, explicando o que são as doenças inflamatórias e como elas são formadas, preparei o artigo abaixo. Confira!

O que é a inflamação?

A inflamação é uma parte vital da resposta do sistema imunológico a lesões e infecções. É a forma de o corpo sinalizar ao sistema imunológico para curar e reparar tecidos danificados, bem como se defender de invasores estranhos, como vírus e bactérias. 

Sem a inflamação como resposta fisiológica, as feridas infeccionariam e as infecções poderiam se tornar mortais. 

No entanto, se o processo inflamatório se prolongar por muito tempo ou se a resposta inflamatória ocorrer em locais onde não é necessária, pode se tornar problemática. 

A inflamação crônica tem sido associada a certas doenças, como doenças cardíacas ou derrame. Pode também levar a doenças autoimunes, como artrite reumatóide e lúpus. 

Inflamação aguda

A inflamação aguda ocorre após um corte no joelho, torção no tornozelo ou dor de garganta. É uma resposta de curto prazo com efeitos localizados, o que significa que funciona no lugar preciso onde existe um problema. 

Os sinais indicadores de inflamação aguda incluem vermelhidão, inchaço, calor e, às vezes, dor e perda de função.

No caso de inflamação aguda, os vasos sanguíneos se dilatam, o fluxo sanguíneo aumenta e os glóbulos brancos se aglomeram na área ferida para promover a cura. Esta resposta é o que faz com que a área lesada fique vermelha e inchada.

Durante a inflamação aguda, substâncias químicas conhecidas como citocinas são liberadas pelo tecido danificado. As citocinas agem como “sinais de emergência” que trazem as células do sistema imunológico, hormônios e nutrientes para resolver o problema.

Inflamação crônica

Ao contrário da inflamação aguda, a inflamação crônica pode ter efeitos a longo prazo e em todo o corpo. A inflamação crônica também é chamada de inflamação persistente de baixo grau porque produz um nível baixo e estável de inflamação em todo o corpo.

Níveis baixos de inflamação podem ser desencadeados por uma ameaça interna percebida, mesmo quando não há uma doença para combater ou um ferimento para curar. Às vezes, isso sinaliza para o sistema imunológico responder. 

Como resultado, os glóbulos brancos se aglomeram, mas não têm nada para fazer e para onde ir, e podem eventualmente começar a atacar órgãos internos ou outros tecidos e células saudáveis.

Leia também::: 6 sintomas físicos do estresse no corpo

Doenças inflamatórias

A inflamação crônica é um dos vários fatores que contribuem para o início e a progressão da doença. Até agora, a ligação mais forte entre a inflamação crônica e a doença foi observada no diabetes tipo 2 e nas doenças cardíacas.

Outras condições associadas à inflamação crônica incluem:

  • Hipertensão arterial
  • Colesterol alto
  • Doença renal
  • Vários tipos de câncer
  • Depressão
  • Doenças neurodegenerativas (como doença de Alzheimer)
  • Doenças autoimunes
  • Osteoporose
  • Doença hepática gordurosa

A inflamação crônica geralmente progride discretamente, com poucos sintomas independentes. Apesar de sua sutileza, a inflamação crônica representa uma grande ameaça à saúde e à longevidade de uma grande população de indivíduos.

O que causa inflamação crônica

Há várias causas comuns de inflamação sistêmica crônica, muitas das quais estão intimamente associadas à vida moderna e ao envelhecimento. As causas da inflamação crônica incluem:

Inatividade física 

Um processo químico anti-inflamatório ocorre na corrente sanguínea quando seus músculos estão em movimento. Pessoas que não atendem às recomendações de atividades mínimas para uma saúde ideal têm um risco maior de doenças relacionadas à idade. 

Obesidade 

O tecido adiposo, especialmente a gordura visceral (uma camada profunda de gordura ao redor dos órgãos abdominais), produz produtos químicos que contribuem para a inflamação.

Dieta 

Dietas ricas em gordura saturada, gordura trans e açúcar refinado estão associadas ao aumento da inflamação, especialmente em pessoas com sobrepeso.

Fumar 

Fumar reduz a produção de moléculas anti-inflamatórias e aumenta a inflamação.

Hormônios sexuais baixos 

Os hormônios sexuais como o estrogênio e a testosterona suprimem a inflamação. Níveis mais baixos desses hormônios, comuns na idade avançada, aumentam o risco de doenças inflamatórias.

Estresse 

O estresse psicológico está associado ao aumento da inflamação.

Distúrbios do sono 

Pessoas com horários de sono irregulares têm mais marcadores de inflamação do que pessoas que dormem regularmente oito horas por noite. 

Idade 

A pesquisa mostra que a inflamação crônica piora à medida que envelhecemos.

Leia também::: Qual a diferença entre emagrecer e perder peso?

Prevenindo doenças inflamatórias

A melhor forma de prevenir doenças inflamatórias é por meio de mudanças no estilo de vida, principalmente no que diz respeito a uma alimentação saudável e a prática regular de atividades físicas, como forma de evitar o sobrepeso e a obesidade.

Embora a inflamação seja uma resposta normal do sistema imunológico, a inflamação de longo prazo pode ser prejudicial. 

Se você está sob risco de doença inflamatória, certifique-se de agendar exames regulares com seu médico. Ele pode sugerir mudanças preventivas no estilo de vida ou podem iniciar um novo plano de tratamento.

Espero que tenha gostado do artigo sobre o que são doenças inflamatórias, E para receber conteúdos de excelência sobre Saúde e Estética, assine minha newsletter clicando no botão abaixo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.