o-que-considerar-antes-de-fazer-uma-cirurgia-plastica

Sua saúde em primeiro lugar: o que considerar antes de fazer uma cirurgia plástica

A cirurgia plástica é uma das maneiras encontradas para as pessoas terem sua autoestima devolvida. Mas como trata-se de um procedimento cirúrgico, é importante considerar algumas coisas antes.

O Brasil lidera o ranking mundial de cirurgias plásticas. Conforme dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS) apontam que foram registradas mais de 1.498.000 cirurgias plásticas estéticas em nosso país por ano em 2020, além de mais de 969 mil procedimentos estéticos não-cirúrgicos.

Entre as intervenções mais procuradas, o aumento mamário com prótese de silicone aparece em primeiro lugar. A lipoaspiração está na segunda colocação e, em terceiro lugar entre os procedimentos mais procurados, está abdominoplastia.

E diante de uma procura tão grande, é importante saber o que considerar antes de fazer uma cirurgia plástica. Para lhe ajudar nesse processo, confira o artigo a seguir.

Fatores a considerar

A cirurgia plástica muda sua aparência alterando ou remodelando partes do corpo que funcionam normalmente, mas não têm a aparência que você deseja. Antes de prosseguir com a cirurgia estética, considere:

Suas expectativas

Antecipe a melhora, não a perfeição. Se você espera que a cirurgia plástica a transforme em uma estrela de cinema, certamente ficará desapontada. Não conte com a cirurgia para salvar um relacionamento difícil, conseguir uma promoção ou melhorar sua vida social.

Custos

A cirurgia plástica não é coberta pela maioria dos planos de saúde. O custo varia de acordo com o procedimento, variando de centenas a milhares de reais. Além disso, considere o custo de qualquer cuidado de acompanhamento ou procedimentos corretivos adicionais.

Riscos

Por exemplo, as complicações cirúrgicas também são possíveis — incluindo sangramento excessivo ou infecção no local da cirurgia. Porém, quando mais experiente for o cirurgião plástico, menores são os riscos.

Recuperação

Após a cirurgia plástica, você pode precisar de dias, semanas ou até meses para se recuperar. Compreenda os efeitos físicos que podem fazer parte da sua recuperação, bem como a cirurgia pode afetar aspectos da sua vida pessoal e profissional.

Leia também::: Expectativa X Realidade: a busca por efeito natural na cirurgia plástica

Encontre o profissional ideal

Se você decidir fazer uma cirurgia plástica, provavelmente terá sua escolha de cirurgiões. Escolha um especialista no procedimento que você deseja fazer.

Além disso, quando você restringir sua escolha de cirurgiões, agende uma consulta. Assim o profissional avaliará a parte do corpo que você deseja tratar e você compartilhará seu histórico médico, listará todos os medicamentos que estiver tomando e discutirá seus desejos e expectativas. 

Durante a consulta inicial, pergunte ao cirurgião:

  • Sou um bom candidato para esse procedimento? Por que ou por que não?
  • Existem outros tratamentos além da cirurgia que podem funcionar tão bem ou melhor para mim?
  • Quantas vezes você já fez este procedimento? Quais foram os resultados?
  • O efeito desejado pode ser obtido em um procedimento ou você prevê vários procedimentos?
  • Quais são as opções cirúrgicas? Quais são os prós e os contras de cada um?
  • Os resultados serão permanentes?
  • Que tipo de anestésico será usado? Como isso vai me afetar?
  • Serei hospitalizado? Se sim, por quanto tempo?
  • Quais são as possíveis complicações?
  • Como meu progresso será monitorado após a cirurgia? Que cuidados de acompanhamento vou precisar? Quanto tempo posso esperar de um período de recuperação?
  • Qual será o custo do procedimento?

Portanto, quanto mais próximo você trabalhar com seu cirurgião para estabelecer metas específicas, mensuráveis ​​e alcançáveis ​​antes da cirurgia, maior será a probabilidade de você ficar satisfeito com os resultados.

Como está sua saúde?

Por exemplo, você está saudável o suficiente para se submeter a uma cirurgia plástica? Na verdade, depende de vários fatores. Felizmente, a maioria das pessoas está em boas condições de saúde para fazer uma cirurgia estética. 

Além disso, depois de encontrar um cirurgião adequado, você deve compartilhar com ele seu histórico médico, incluindo qualquer doença ou cirurgia anterior.

Seu cirurgião deve ter uma imagem clara de sua condição de saúde. Portanto, não esconda nenhum problema de saúde. Não deixe de contar um problema que você teve. Mesmo se você achar que não é importante. Quando se trata de sua saúde, todas as pequenas coisas são importantes.

No entanto, é raro que alguém precise se abster de fazer uma cirurgia plástica por causa de problemas de saúde. Mas, pense em como as coisas podem dar errado com seu relatório de estado de saúde pouco claro.

Leia também::: Como é a alimentação após a cirurgia plástica?

Faça por você!

Você também pode perguntar ao seu cirurgião se precisa de um ou vários procedimentos. Além disso, pergunte sobre as cicatrizes; eles irão desaparecer eventualmente? 

Portanto, pergunte sobre procedimentos semelhantes aos quais você pode se submeter. Sobretudo, descubra se o resultado vai durar. Certifique-se de que precisa da ajuda de alguém após a cirurgia.

Lembre-se, mesmo que você tenha feito sua lição de casa e encontrado um cirurgião de seu agrado — a decisão de fazer uma cirurgia plástica é sua e somente sua. Mas certifique-se de estar confortável com o cirurgião e comprometido com suas escolhas de tratamento.

Espero que tenha gostado do artigo sobre o que considerar antes de fazer uma cirurgia plástica. Dessa forma, aproveito para indicar meu vídeo em que falo mais sobre o tema e que publiquei em meu canal no Youtube. É só dar o play abaixo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.