lipoescultura-a-laser-e-sem-cortes-conheca-essa-inovacao

Lipo sem cortes: a inovação em cirurgia plástica

A grande maioria das pessoas está acostumada a ouvir falar sobre a lipoaspiração tradicional. Mas sabia que também existe a lipoescultura a laser?

Esse procedimento é relativamente novo e inovador. Seu objetivo principal é remover a gordura localizada, principalmente aquela difícil de se perder por meio da dieta balanceada e de exercícios físicos.

Para você compreender um pouco mais sobre a lipoescultura a laser, e quando ela é indicada, preparei o artigo abaixo. Vamos conferir?

O que é a lipoescultura a laser?

A lipoescultura a laser tem como alvo as células de gordura enquanto preserva outros tecidos do corpo. 

Para chegar até a gordura, o laser é introduzido por uma cânula com uma fibra ótica acoplada. O primeiro passo é a infiltração tumescente, que é a aplicação de um líquido com soro fisiológico e adrenalina. Ele ajuda a reduzir o sangramento e facilitar a remoção da gordura.

Na sequência a cânula é inserida por meio de pequenas incisões por baixo da derme. Então é aplicado o laser de CO2 ou Diodo, que vai quebrando as membranas das células de gordura, as dissolvendo. 

Durante o procedimento, o cirurgião plástico fará movimentos de vai e vem com a cânula, para que a maior área de células adiposas possa ser atingida pelo laser.

O procedimento pode ser realizado em áreas como:

  • Abdômen
  • Região dorsal
  • Coxas
  • Lateral das mamas
  • Braços
  • Submento (papada)

Leia também::: Como preparar o emocional antes da cirurgia plástica?

Para quem é indicada?

O candidato ideal para a lipoescultura a laser é para pessoas que não estão com peso acima do normal, mas que possuem gordura localizada que às incomoda. 

Devem ainda estar prontos a se comprometer com uma dieta e exercícios que conduzam à manutenção do peso. Isso garantirá que a gordura eliminada no procedimento não seja rapidamente adquirida novamente.

As lipoesculturas a laser não são recomendadas para mulheres que estão grávidas ou tentando engravidar, ou para pessoas que têm marca-passos. 

A lipo laser também não aborda nenhum problema metabólico, hormonal ou físico subjacente que possa ter causado o ganho de peso. 

Portanto, você deve consultar primeiro o seu cirurgião plástico para discutir e tirar todas as suas dúvidas sobre o procedimento e quais os resultados esperados.

Como é a recuperação?

A recuperação da lipoescultura a laser varia conforme a área atingida. Em alguns casos, é possível ir embora do hospital no mesmo dia. Em casos de cirurgias maiores, é necessário ao menos 24 horas de internação.

A recuperação por sua vez é relativamente rápida, já que são mínimos os pontos necessários. Porém, é recomendado que o paciente faça repouso por pelo menos cinco dias, e retome suas atividades cotidianas somente após o 15º dia.

No início podem ser necessários analgésicos e antibióticos, para se evitar qualquer infecção. E também pode haver dor local e hematomas na área que passou pelo procedimento. 

O ideal é também usar um modelador pós-operatório nos primeiros 45 dias e os exercícios físicos só serão liberados após um mês do procedimento. 

Leia também::: Cirurgia plástica: O universo onde saúde e estética se complementam

Outros procedimentos

Uma alternativa à lipoescultura a laser é a revolucionária In Mode, que recém-chegou ao Brasil e já vem se tornando uma das queridinhas nos procedimentos para remoção da gordura localizada.

Nessa técnica, é feito o microagulhamento com aplicação de calor diretamente na derme e na gordura. Tudo feito de forma bastante controlada e segura. Como resultado, ocorre a retração da cútis e o fim daquela gordurinha localizada. 

Entre suas principais vantagens estão o fato que pode ser feito em todo o corpo, e não deixa cortes nem cicatrizes, permitindo que o processo de recuperação seja mais rápido e cômodo. 

O Renuvion é outro procedimento inovador que vem ganhando espaço. Ele promove retração cutânea de 30 até 80% na região tratada, se tornando muito mais efetivo que a lipoaspiração a laser. 

Sua aplicação é feita por meio da introdução do handpiece, que é um consumível descartável. Ele é posicionado na subderme, liberando gás héliopara criar o fluxo de energia em forma de plasma. 

Dessa forma, produz calor nos septos subcutâneos, que causará a contração da pele, fazendo os tecidos se tensionarem e retraírem, proporcionando um resultado fantástico na pele e na redução da gordura localizada.

Agende uma consulta!

Espero que tenham gostado do artigo sobre quando a lipoescultura a laser pode ser indicada. E também sobre quais os tratamentos alternativos e inovadores que podem ser usados em seu lugar. 

E caso queira agendar uma consulta comigo, é só clicar no botão abaixo! Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.