A IMPORTÂNCIA DO SUTIÃ PÓS-CIRÚRGICO APÓS OPERAR OS SEIOS

O uso de sutiã pós-cirúrgico é o procedimento pós-operatório mais recomendado pelos cirurgiões após um procedimento nos seios. Muito diferente dos sutiãs de uso diário, os sutiãs pós-cirúrgicos oferecem sustentação reforçada às mamas deixando os seios ficam mais estáveis, o que evita a flacidez e facilita a cicatrização e a readaptação dos músculos locais.

Estes sutiãs exercem uma maior compressão sobre os seios recém-operados, reduzindo o inchaço na região e evitando dores. Caso o procedimento tenha sido um implante de silicone, o sutiã pós-cirúrgico ainda impede o deslocamento da prótese, o que garante um melhor resultado da cirurgia.

Modelo e tempo de uso variam de acordo com cada pessoa e será discutido em um momento anterior à realização da cirurgia com o seu cirurgião. Em média indica-se o uso do sutiã pós-cirúrgico entre 1 e 3 meses, período em que as mamas estão mais sensíveis.

Neste post separei algumas informações pertinentes que devem ser olhadas com bastante atenção caso esteja pensando em realizar um procedimento nas mamas.

MODELOS COM FECHAMENTO NA FRENTE

No  pós-operatório de um procedimento nos seios, a paciente não pode realizar determinados tipos de movimento, como levantar os braços ou esticá-los para trás, assim abertura frontal e alças de ajuste localizadas na frente, da peça, são mais confortáveis para a mulher e facilitam o colocar e o retirar do sutiã.

Modelos sem costura e sem aros tendem a ser mais confortáveis, machucam menos os seios e são menos propensos ao deslocamento da prótese.

O tecido deve ser de boa qualidade para que a peça possa absorver adequadamente o suor, o que evita alergias na pele ou irritações nas incisões.

TAMANHO CERTO

Um dos fatores que definem a intensidade da pressão exercida sobre as mamas é o tamanho do sutiã pós-cirúrgico, interferindo diretamente na capacidade de suporte da peça.

A escolha de um tamanho ideal deve ser acompanhada por um médico cirurgião, e vai variar de acordo com o tipo de operação, tamanho da prótese e idade da paciente.

USE DURANTE TODO O DIA

O uso constante do sutiã pós-cirúrgico diminui inchaços e dores, evita que as próteses se desloquem e reduz as chances do aparecimento de estrias nos seios.

Ele deve ser utilizado inclusive para dormir, sua retirada é permitida apenas em casos (autorizado pelo médico) especiais e para tomar banho.

NÃO DURMA SOBRE AS MAMAS

Evite deitar-se de bruços por pelo menos 45 dias após a cirurgia nos seios, mesmo com o sutiã pós-cirúrgico.  O peso de seu corpo sobre as mamas pode causar dores, amassar ou deslocar a prótese e provocar sangramentos na região da cicatriz.

NÃO CORRA OU CAMINHE RÁPIDO

Após uma cirurgia nos seios, a paciente deve permanecer duas semanas sem realizar quaisquer movimentos bruscos. As atividades físicas, como corrida e caminhada rápida, são permitidas apenas depois de passados 45 dias e para esses exercícios, é preciso usar sutiãs mais justos para evitar sobrepeso da pele e aparecimento de estrias.

O tempo de repouso vai variar de acordo com cada paciente, e só o médico é capaz de definir o prazo adequado.

O uso adequado de sutiãs pós-cirúrgicos impacta diretamente na recuperação de uma mamoplastia ou mastopexia, e o uso de bom sutiã pós-cirúrgico, confortável e que sustentem adequadamente as mamas, são muito recomendados.

E além do uso correto do sutiã, seguir corretamente todas as orientações dadas pelo cirurgião é essencial para uma boa e rápida recuperação, e também para conseguir os resultados esperados.

Gostou desse conteúdo? Conhece alguma amiga que tem desejo de fazer uma cirurgia nas mamas? Compartilha esse post com ela.

Se caso tiver alguma dúvida, deixe nos comentários.

Me siga também no Instagram e Youtube onde diariamente eu levo conteúdo como esse para quem tem interesse em se submeter a algum procedimento estético cirúrgico.

Abraços

Dr. Carlos Fernando Neves

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.